É uma forma de viver conectado à percepção de que tudo é energia divina. Viver na frequência da Felicidade, que permite acessamos o vasto campo das infinitas possibilidades. Viver na Presença.

Estar ciente de que a energia, que é o todo, está manifestada em diferentes níveis de frequências vibratórias; a partir desta consciência, também entende-se que onde se coloca intenção se cria um pulso que movimenta a energia e molda uma nova manifestação seja no campo físico ou sutil.

A energia aqui chamada Prana, que pode ser melhor entendida como energia vital, é uma partícula de inteligência cósmica que está e sempre esteve em nós e em nosso entorno, a matéria é composta por este potencial imensurável; ele da ânimo aos seres vivos, desempenha funções criativas no plano material e no campo invisível.

Se podemos mover esta energia criativa através da intenção, podemos modificar nossa condição de ser, nos livrando de padrões limitantes. A partir de uma tomada de consciência, vamos reconhecer que ao moldarmos nossa realidade vamos afetar a realidade do todo, então trazemos a responsabilidade de impulsionarmos apenas bons fluídos na criação de nosso projeto pessoal.

Tomando esta consciência nos conectamos com esta força divina que cria apenas realidades favoráveis a realização do plano divino individual, ainda que como parte do todo é a manutenção para uma vida Feliz e Próspera; assim estes níveis de frequências mais elevados vão elevar também o padrão vibratório planetário.

Para se manter nesta frequência elevada que nos permite o estado de Felicidade é preciso energia. Aquela necessária para observar a qualidade dos pensamentos, energia para observar os padrões internos dos corpos físico, metal e emocional, energia para direcionarmos nossa intenção ao equilíbrio, ou seja, para mantermo-nos conectados a Consciência. Que por fim nos revela verdadeiro potencial.

Quando observamos estamos no presente e nele nos conectamos ao que é real, nele só há perfeição, pois a Consciência sabe o que pode mudar e o que não pode, quando não se pode, aceita-se. No presente não existe conflito, não há desgaste de energia. É no presente que a Presença está. 

Teremos a revelação clara de como nossa energia se esvai quando estamos vivendo o passado e o futuro (memórias, julgamentos, projeções e preocupações), se mostra nítido quem é o ego. Só a percepção de quem ele é nos coloca na posição de quem somos, o observador, nossa divindade se revela, embora sempre estivesse ali.

Então, perceberemos que alguns elementos em nossas vidas interferem em nossa frequência vibratória, encontramos o circuito de dispersão; por exemplo, quando temos pensamentos negativos ou quando comemos algo denso, como por exemplo a carne, que além das toxinas também trazem para nosso ser a dor, o sofrimento, a violência e o medo, nossa vibração é alterada, com isso temos um desequilíbrio no corpo físico, emocional e mental, perdemos muito energia para digerir, recuperar nosso centro e restaurar nosso campo vibratório original.

Sem essa energia temos dificuldade de observar, assim saímos do presente, perdemos a Presença e deixamos o estado de Felicidade. Então caímos nos nossos dramas diários, nos distanciamos de nosso potencial e voltamos a guiança do ego. Passamos a liberar elementos não conscientes, de baixa frequência para o inconsciente coletivo, começamos a produzir pensamentos na mesma faixa vibratória, nossas palavras perdem seu poder e densificamos nossa percepção sobre ela, nos distanciando do precioso silêncio ou do poder da invocação e verdade; as ações passam a ser apenas uma reprodução de padrões já estabelecidos neste nível denso de vibração.

Quando nos conectando a este potencial Universal, o prana, assumimos conscientemente um mecanismo que nos auxilia a manter o estado de Comunhão e Amor de forma continua, se elevamos a nossa frequência para além dos níveis ordinários, mais clareza e discernimento teremos. 

Então entramos no Circuito de Sustentação, onde percebemos que realizamos nossa tarefa, nosso Dharma, se estamos Felizes, vibrando alto.

A faixa vibratória do campo das infinitas possibilidades não se limita aos fenômenos extraordinários, aqui significa, entrar no campo aleatório, da sincronicidade, onde não se pode controlar ou mesmo prever, apenas acontece de forma perfeito, sempre muito melhor que qualquer planejamento poderia oferecer. Acontece aquilo que, de acordo com nossos registros, será favorável ao nosso desenvolvimento e cumprimento de nossa missão encarnados.

Para isso é preciso desenvolver equanimidade, uma condição mental e emocional estável, é preciso estar na Presença.

Uma ferramenta que utilizamos como treinamento, para manutenção deste estado é o Prana Prasakti, uma iniciação espiritual, onde se reconhece o próprio sistema de crenças e em algum nível uma transmutação de padrões limitantes, ocorre uma profunda limpeza física, emocional e mental que permite uma percepção maior de si mesmo e da vida como um todo. Ao termino, é comum termos essa experiência de estar vibrando na qualidade da Felicidade.

Consciência Prânica é a elevação do padrão vibratório por meio da Consciência. É esvaziar a taça e perceber que o vazio é um universo de infinitas possibilidades, onde há unidade, Amor, Paz e Felicidade.

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon